Como transformar o seu restaurante/bar/café num wifi zone

Como eu já falei anteriormente é inadmissível em pleno século XXI você não ter wifi disponível e livre no seu estabelecimento. Então aqui vou fazer uma breve explanação do que você vai investir pra transformar o seu restaurante, bar, café, botequim ou lanchonete prontos para o século vigente.

Wifi Zone
Wifi Zone

Eu começo listando as vantagens de se ter wifi num restaurante. O que eu acho que não precisa explicar, mas sinceramente eu também não achava que fosse necessário explicar como fazer, então…

Vantagens

  • O cliente vai preferir o seu restaurante ao da concorrência porque você oferece a ele Internet, então ele tem mais um motivo pra consumir no seu bar.
  • Ele poderá dar checkin nas redes sociais como Facebook, Twitter e Foursquare, convidar os amigos, divulgar o seu estabelecimento e você não vai pagar nada a mais por isso (60% do consumo de usuários de Internet é influenciado pelas redes sociais).
  • Podendo usar a Internet, o tempo de espera para servir um prato ou uma bebida fica menos cansativo e o cliente não se aborrece caso o restaurante esteja movimentado.
  • Além disso, ele passará mais tempo consumindo mais porque há o incentivo do entretenimento (que você mais das vezes não oferece).

Você vai precisar de…

  • Roteador Wifi (aproximadamente 200 reais. Dependendo do tamanho do restaurante precisará de mais de um.)
  • Uma conexão com a Internet de alta velocidade (120 reais mensais por 35MB da GVT, por exemplo)
  • Técnico para a instalação do equipamento (recomendo um Personal Nerd, como o Guto Guimarães)

É interessante considerar

  • O não uso de senhas. Facilita a vida do cliente e evita que seus garçons tenham que orientá-lo passando o código. É melhor você mensurar a potência do seu roteador pra que o sinal dele não extrapole a área do seu estabelecimento do que colocar senha.
  • Caso seja inevitável a senha, coloque placas de Wifi Zone com ela. Vai facilitar bastante.
  • Em hipótese alguma peça o smartphone/tablet/notebook do seu cliente para inserir a senha. É feio, deselegante, constrangedor.
Caso você tenha uma rede interna e precise protegê-la não deixando na mesma rede a Internet dos seus clientes, não há problema. Existem soluções pra isso. Alguns roteadores, por exemplo, vêm com a possibilidade de configurar duas redes separadas, onde uma só dá acesso a Internet e não enxerga os computadores do restaurante.
Agora você não tem mais desculpas pra não instalar Wifi no seu restaurante. E lembre-se: muita gente não bota os pés nele porque não tem Internet.

Como configurar um roteador Wifi

Vídeo: Como configurar um roteador ADSL + Wireless D-Link 2640B
Vídeo: Como configurar um roteador Wireless D-Link Dir 300/600/615
Vídeo: Como configurar um roteador Wireless D-Link DI-524
Vídeo: Como configurar um roteador TPLink
Vídeo: Como instalar um roteador Netgear

6 ideias sobre “Como transformar o seu restaurante/bar/café num wifi zone”

  1. Por isso que eu adoro esse blosgue aqui. Num dia critica, no outro ensina, educa e mostra como fazer pra ser melhor.
    Eu mostraria inclusive as % da pesquisa informal que o blog realizou no Facebook. Mostra claramente que a maior parte das pessoas adora uma área nerd-friendly.

    Beijo, ótimo post. =)

  2. Otimo post @Becher! Exprime todo o pensamento do pessoal que utiliza redes sociais, que gosta de um bom atendimento e nao consegue se ver desconectado de seu gadget.
    Minhas congratulações!

    ps.: ali no post ficou assim “nas redes sociais como Facebook, Twitter e Twitter, convidar…”, tem que arrumar ;),

    Henrique

  3. Lembrando que todo acesso feito por seus clientes por lei vai ser de responsabilidade da empresa se ela não coletar documentos de identificação de cada usuário(como em lan houses), ou seja, se um cliente seu baixar pirataria na sua rede, pedofilia, ofender alguém etc e depois não for possível identificar, a empresa é responsável, por isso é algo bem complicado fornecer internet liberada assim a qualquer um no Brasil.

  4. Olá!

    Então, estou pensando em pôr Wi-Fi em meu comércio (bar/restaurante), pesquisando e buscando as opiniões alheias, e nisso concluí que há pontos positivos, assim como negativos. Não irei citar os pontos positivos aqui, já que os mesmos já estão explícitos nessa página. Bem, os pontos negativos que eu digo são aqueles que irão comprometer o meu comércio, prejudicando-o de alguma maneira. Exemplo: atualmente a maior parte das pessoas estão vidradas em seus smartphones e tablets, estão VICIADAS e isso também vale aos meus clientes e isso acaba sendo prejudicial a quem está atendendo, um tanto constrangedor já que o cliente está ali vidrado em seu dispositivo móvel. Então, calculo eu, se do jeito que está (sem wifi) já está dessa maneira, o quanto pior pode ficar se eu disponibilizar internet? Exemplo²: Os funcionários certamente irão usufruir da internet gratuita, regredindo a sua eficácia durante o trabalho. Exemplo³: uma parte de mim acredita que quando uma pessoa vai a um restaurante, bar, ou algum outro lugar, a mesma está a mercê da socialização física com outras pessoas (amigos e familiares), ou seja, não precisa ficar ali conectado ao mundo virtual sendo que pode fazer isso em sua própria residência. Então, tenho mais a dizer, mas achei que já deixei bem claro os pontos negativos que eu evidenciei, pude notar que tanto o lado positivo quanto o negativo estão equilibrados, por isso ainda estou indeciso sobre colocar Wifi em meu estabelecimento ou deixar da forma que está.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *