Otimizando sua ida a Churrascaria – Parte VI

Comendo com estilo

Você já fez seu prato no buffet, escolheu sua bebida e está participando do ritual do rodízio de carnes. Você sabe comer com estilo?

Em primeiro lugar você deve comer com a mais absoluta calma. Se você está com pressa, não vá num rodízio. Vá num drive-thru e peça um BigMac com fritas e uma coca de 250ml, mas não entre numa churrascaria a rodízio. Rodízio exige além de boas escolhas uma paciência de Jó. Seu estômago não é um órgão lá muito confiável. Você precisa mastigar os pedacinhos de carne como se estivesse frente a frente com uma mulher que você ache muito gostosa, e comece a apreciá-la pela ponta da unha do dedão do pé direito. Por isso, deve pedir…

Pedaços pequenos

Nada de nacos grandes de carne. Peça sempre fatias pequenas para que você possa aproveitar ao máximo. Você come aquele pedacinho sem se preocupar, pois apesar de rodízio ter o nome de espeto corrido, ele não vai correr de você. Nem fugir do restaurante. Ele voltará, pode ter certeza.

Acontece em algumas churrascarias onde o atendimento não é lá essas coisas ou eles não se programaram para aquele domingo de movimento, e o garçom precisa se dividir em três para atender todos. Na pressa ele te joga qualquer pedaço. Peça licença, pegue a carne, jogue de volta naquele pratinho que serve de base para o espeto dele e diga:

– “Este pedaço é o seu. O meu é este aqui…” E aponte para o pedaço que você quer, pequeno, menor que o seu salário. Assim você sempre terá os…

Pedaços melhores

Os melhores pedaços de carne são aqueles que vêm acompanhado de uma pequena (ou grande) camada de graxa. É essa que você deve escolher. Eu te bateria com o espeto no meio das ventas se você fizesse isso, mas se for extremamente necessário, do tipo, o seu grau de viadice enrustida de um problema com colesterol é alto, você pode tirar um pouco da gordura no seu prato. Mas escolha o pedaço que é envolto nela; são os melhores pedaços. Mais macios, suculentos e saborosos.

Abacaxi

Volta e meia pode aparecer um garçom te oferecendo abacaxi. De primeiro momento, e isso já aconteceu comigo, você pode pensar algo como “ah, eu não vim aqui para comer abacaxi assado…”. Mas ele te ajudará. Ao chegar nos 45 minutos do primeiro tempo, você pode fazer um intervalo. Aceite um abacaxi. Ele ajuda na sua digestão. Ele é ferramenta IMPORTANTE na otimização de um espeto corrido. Coma. Coma só um pedacinho, mas coma.

Após o abacaxi descer um pouco, você embebeda o seu pobre estômago em mais algumas goladas de Coca-Cola e está preparado para o…

Segundo tempo

O processo se repete de igual forma sem tirar nem pôr. Continue comendo carne como um bicho-do-mato que nunca viu comida. Coma feito um porco. Sempre em doses pequenas, suaves, de forma calma, com parcimônia e fazendo uso dos digestivos (Coca-Cola e abacaxi, não necessariamente neste mesma ordem).

O tutorial vem chegando ao fim, pois já estamos nos…

47 minutos do segundo tempo

Estamos nos acréscimos. O juiz pode findar a partida a qualquer momento. O apito está na boca e você deve aproveitar os últimos segundos. Se estiver no prejuízo, se esforce para tentar empatar. Se estiver ganhando, o importante é fazer saldo de gols. Qualquer pedacinho extra de costela gorda conta para a tabela de classificação.

Mas ainda temos a…

Sobremesa

Churrascaria que é churrascaria tem um baita buffet de sobremesas. Desde um sagú de vinho tinto, mousse de chocolate, pavê de bolacha, mouse de limão, sorvetes de toda sorte e pudim de leite. Algumas podem até querer vir com aquela frescura de carrinho e um novo cardápio. Ignore. Vá numa churrascaria que te proporcione essas delícias de forma… digamos… FREEGrátisNa faixa.

Aproveite este momento. O nível de sal grosso ingerido no seu organismo foi grande e apesar da quantidade de refrigerante ministrada, você precisa de um docinho pra cortar o veneno.

A conta

E com a sobremesa você encerra sua participação no espeto corrido. Chega de carnes, bebidas, abacaxis, doces… aquela sensação de peso no estômago é latente, você mal vai conseguir entrar no carro e dirigir. Mas você otimizou seu churrasco. Você aproveitou cada momento, cada pedacinho, comeu o máximo que pôde, o seu dinheiro foi muito bem empregado.

Peça a conta, agradeça os garçons que te ajudaram nesta caminhada rumo à otimização e não fique com aquela sensação chata de que os que estão entrando pra comer são pessoas anormais só porque você está estufado e não consegue mais olhar comida. Isso acontece, pode crer, mas tente evitar.

Encerrando…

Não fechamos só a conta. Fechamos aqui este pequeno tutorial. Espero ter ajudado você a dirimir dúvidas sobre seu desempenho gastronômico, sobre algumas carnes, sobre a forma de comer… enfim, sobre como você deve lidar com este rito sagrado que é “churrasquear“.

2 ideias sobre “Otimizando sua ida a Churrascaria – Parte VI”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *