Sushic: comida japonesa de altíssima qualidade em Coqueiros

Estou entusiasmado. Há tempos eu não tinha vontade de levantar da mesa de um restaurante e começar a aplaudir os responsáveis pela comida. Mas não é qualquer aplauso, é levantar-se da mesa, incorporar a Daiane dos Santos e dar um duplo twist carpado, fazer um solo do Poderoso Chefão na guitarra e com a Orquestra Filarmônica de Berlim executar um trecho de O Quebra Nozes, pra encerrar o espetáculo de congratulações aos cozinheiros envolvidos na minha refeição.

sushic-entrada

Sou tão hiperbólico que usei o “tão” pra adjetivar-me como exagerado, sendo que hiperbólico já diria o suficiente. Usei entusiasmado mesmo sabendo que a expressão grega define aquele que “está cheio de Deus”, mesmo não sendo religioso. Eu não sei o que é duplo twist carpado nem nunca ouvi nada da orquestra alemã. Fato é o que o que passo a relatar agora não tem definições corretas ou farão algum sentido pro intelecto, coisas do paladar dificilmente são discernidas no estado de espírito que experimentei na visita ao Sushic.

sushic-ambiente

A pequena grande casa de comida japonesa (grande pra uma casa, pequena para um restaurante, e isso não é uma crítica) localizada na Abel Capela superou todas as expectativas. E se é ruim quando você frustra uma, é transecendental quando você a supera. E se há uma eferverscência nas casas de sushi de Floripa, ao continente apenas sobrava os pequenos quinhões. Em Coqueiros, mesmo, faltava um sushi com boa qualidade. Ambiente limpo, bem iluminado e aconchegante ao mesmo tempo, foge do clichê de iluminação baixa e que dá sono nos seus comensais e não é abarrotado de elementos nipônicos e ideogramas que fazem pouco sentido ao idioma patrício.

O atendimento impressiona muito. Muito do verbo “pra caralho”. E enquanto a patrulha da gramática se prepara pra condenar todo um texto por uma licença poética, sei que isso não é verbo, e você não sabe o que é um bom atendimento se ainda não foi visitar a casa. A comida vinha de lote, bem rápida, as bebidas idem. Há vários garçons na casa, isso ajuda bastante no meu entusiasmo. Você olha pro lado e já tem um garçom esperando pra anotar o pedido, eles têm passo leve, assim como o Sargento Caldeira. Nem o General Neto convalescendo da Guerra do Paraguai era tão bem atendido.

E se o ambiente e o atendimento já são como descrevi, imagina a comida. A comida do Sushic é um afago pra alma, um carinho no paladar, um adjetivo não definido num sujeito nada oculto. A comida vem de lote. Funciona, além do cardápio normal à lá carte, também com rodízio. Ou festival, como prefira. Vale o sistema “all you can eat”, você pode comer qualquer coisa dentro do cardápio, tirando as sobremesas, no festival. Sushi, sashimi, temaki, nigiri, pratos quentes etc. Você tem uma comanda com os ítens disponíveis no cardápio e vai anotando as quantidades. Eles levam, os “samae san” fazem suas comida e vão te trazendo, quando então te dão uma nova comanda para novos pedidos adicionais.

Salmão Crispy: filadélfia com massa crocante
Salmão Crispy: filadélfia com massa crocante

Via de regra são os mesmos sushis que você encontra na concorrência. Mas além de um arroz mais bem preparado e temperado e um peixe muito mais saboroso e fresco, eles oferecem algumas variações, que fazem a diferença e acrescentam muito na experiência. Um exemplo disso é o Salmão Crispy, um sushi filadélfia, figurinha já carimbada por estas plagas, com uma massa crocante por cima.

Skin Sushic: Uramaki de pele de salmão grelhada, com uma fatia de salmão em volta, raspas de limão e molho de maracujá.
Skin Sushic: Uramaki de pele de salmão grelhada, com uma fatia de salmão em volta, raspas de limão e molho de maracujá.

Outra delícia é o Skin Sushic. que além de ser um uramaki recheado com pele de salmão grelhada, é coberto por uma fatia de salmão cru, raspas de limão e molho de maracujá. Não deixem de experimentar esse sushi ao visitar a casa.

Sashimi de salmão, atum e peixe branco
Sashimi de salmão, atum e peixe branco

O sashimi também é digno de ser mencionado. Cortes frescos de salmão, atum e peixe branco do dia muito bem preparados. O peixe foi muito bem escolhido, isso diferencia os meninos dos homens, os amadores dos profissionais. Engana-se que sashimi é qualquer tipo de peixe cortado.

Tataki: fatias de salmão e atum seladas
Tataki: fatias de salmão e atum seladas

Há também os especiais, como o tataki, que é um sashimi de salmão ou atum selado. Ele é grelhado por fora e cru por dentro, e temperado com molho de soja.

Temaki de salmão e cream cheese
Temaki de salmão e cream cheese

Gosta de Temaki? Tem também. Bem recheado e sem aquela miserinha de peixe em proporção ao volumétrico arroz. Esse é de salmão com cream cheese, o filadélfia dos cones.

Ebi furai: camarão empanado
Ebi furai: camarão empanado

Dos pratos quentes, faço questão de ressaltar o Ebi Furai, que é o camarão empanado. Simples como deve ser, mas muito saboroso e crocante na casquinha, com o camarão macio. Há também os harumakis, que são os rolinhos primavera, o missoshiru (sopa de soja com macarrão somen), tempurá de legumes e camarão, yakissoba, frango empanado e peixe grelhado. Importante pra quem não come sushi ou comida crua. Sad but true.

O preço deste rodízio varia com o dia. De segunda à quinta-feira o festival custa R$49,50 para os homens e R$40,50 para as mulheres. Sextas e sábados custa R$55 e R$45. Você pode visitar o site do Sushic e conferir algumas promoções sazonais.

Recomendo com todas as minhas forças uma visita à casa, na certeza de que o Sushic entrará para os TOP 5 sushis de Floripa na próxima edição, agora muito bem representando o continente, as vezes esquecido nas culinárias menos tradicionais. Não estou sozinho nesse pensamento, a Michele também já escreveu suas (ótimas) impressões sobre a casa.

Sushic Restaurante

  • Endereço: Rua Dr. Abel Capela, 337. Coqueiros, Florianópolis.
  • Telefone: (48) 3028-4576
  • Horário: de segunda à sábado, das 19h às 23h.
  • Aceita cartões: sim
  • Wifi: sim

28 ideias sobre “Sushic: comida japonesa de altíssima qualidade em Coqueiros”

  1. Acompanho seu site há bastante tempo e esse é meu primeiro comentário, justamente em razão dos “exageros”, como você mesmo colocou.
    Por causa desse post, devo visitar a casa, mas espero, com todas as minhas forças, que o atendimento seja realmente muito bom como foi para você, hehehe.
    Abraços.

  2. Daniel, outra coisa, no seu post você coloca que no festival você pode escolher qualquer coisa que esteja no cardápio (tirando as sobremesas). O estranho é que no site do sushic eles tem um cardápio para o festival e um cardápio diferente para o a la carte. Sabes dizer o porque?
    Sashimi de polvo, niguiri de eby fry e ikura (sushi especial), por exemplo, são alguns dos que nao estão no cardápio do festival.
    Será que ele fez livre para vocês por talvez saberem que vocês são blogueiros? Ou será que esqueceram de alterar os cardápios do site?
    Grato pelo esclarecimento (se souberes, claro).
    Abraços.

    1. Pois é, agora também fiquei na dúvida. As informações que coloquei no post são as que o garçom me passou, mas pode ser sim que sejam cardápios diferentes. Talvez ele tenha dito “você pode pedir qualquer ítem do cardápio” e estar se referindo mesmo ao cardápio específico do festival. Vou ver se consigo averiguar a informação e consertá-la. Valeu pelo toque! 🙂

  3. Não vi que só funcionava de seg a sab, cheguei lá no domingo e estava fechado 🙁 então fomo s direto ao yokusue… mas ainda quero conhecer o sushic

      1. Então, não gostei!

        O temaki quase deixei de lado, era uma pasta de salmão e creamchese, nada de cubos suculentos, uma pena…

  4. Olá Daniel, tudo bem? Cai por acaso no seu blog e adorei! principalmente porque as dicas são de Floripa, lugar onde moro e nunca seu onde comer heheh. Li este post e na Sexta passada convenci meu namorado de conhecer o Sushic, afinal sua avaliação era excelente e há tempos queria um lugar assim, boa comida e bom atendimento. O problema foi que não tive a mesma experiência, aliás tive uma péssima experiência! Fiquei mais de 10 min esperando alguém vir nos atender, depois de servir as entradas ficamos mais de 40 min esperando nosso pedido que por fim sumiu… resumindo a história… tivemos todo aquele transtorno de chamar, garçon, gerente …. por fim não nos foi cobrou o festival….acabamos por sair frustados, chateados, sem comer sushi e com péssima impressão do local! A “justificativa” foi que estava muito cheio, mas não acho que esta seja uma desculpa plausível, até porque o atendimento deve ser preparado para a casa cheia, concorda? Na verdade acredito que a nossa expectativa estava grande demais =/

    1. Oi Daniella, tudo bem e contigo? Primeiramente muito obrigado pela visita no blog, espero que continue te dando boas dicas!

      Sobre a experiência no Sushic é lamentável. Isso ocorre com uma certa frequência aqui, de eu indicar algum lugar e depois alguém visitá-lo e acabar tendo problemas. Acontece também o inverso, quando algum leitor recomenda um bom restaurante e eu vou num dia ruim.

      Infelizmente os restaurantes acabam não seguindo um padrão muito rígido de atendimento e em um dia fazem um trabalho excelente e no outro acaba saindo um desastre. Essas oscilações de qualidade eles costumam explicar com a escassa mão da obra (e não sei se é um problema só da nossa ilha, embora aqui isso seja predominante) e com o tal do “movimento”. E concordo contigo, se um restaurante abre as portas e colocam a disposição do cliente a mesa ele PRECISA ter a demanda necessária de atendimento e cozinha para isso. Ou não deixa o cliente entrar, pede desculpas e peça pra voltar numa próxima. Seja o olho grande pra não deixar de ganhar o dinheiro da refeição ou a falta de preparo ou mesmo a falta de alguém comandando esses detalhes, é um atestado de incompetência você deixar um cliente 40 minutos esperando pela comida (que, no teu caso como relatas, nem veio).

      Fico triste, Daniella, pois não foste a única a me relatar isso sobre o Sushic. Há um problema conceitual sério pra que eles resolvam por lá, e espero que consigam fazê-lo o quanto antes, porque realmente me apaixonei pela comida deles, diferenciada e saborosa. Espero que seja a única sugestão aqui do blog que tenha sido frustrada, e que os restaurantes façam a parte deles.

      Mais uma vez obrigado, continue visitando o blog. Um forte abraço!

  5. Daniel, sem dúvida esta experiência não me fará desacreditar de suas sugestões! Já anotei várias aqui. Quem sabe eu tenha mais sorte da próxima vez? =)

  6. Daniella Facchinetti,

    gostaria de fazer um convite para nos visitar novamente no Sushic Restaurante. Temos alguns caso de clientes insatisfeitos mas em todos nós fazemos o convite para venham novamente ao restaurante, tenho certeza que lhe fizeram este convite. certo?

    Se mais uma vez você for mal atendida, você não precisa pagar.

    No seu caso específico me lembro bem do ocorrido. Peço imensas desculpas (casal da mesa 16, correto?) Até gostaria de conversar contigo sobre o ocorrido , pois não acho legal ficar aqui debatendo o que pode ou não ter ocorrido. Neste dia, atendemos cerca de 100 pessoas, o seu caso foi o único que tivemos problema.

    Quero agradecer a vocês que criticam e ajudam a melhorar nosso restaurante, sabemos que o nosso restaurante está longe de ser perfeito temos milhares de coisas a melhorar.

    Abraço

    Ricardo
    Equipe Sushic

  7. Ola Daniel!

    Li a crítica no seu blog, e resolvi dar a chance.. Levei um grupo de amigos de 7 pessoas comigo..

    Minha surpresa ao constatar que essa vontade de aplaudir de pé não apareceu em mim e em nenhum dos meus convidados.. Comida ruim, arroz totalmente solto, se esfarelava no shoyo.. O camarão frito demais, não tem sashimi de polvo no sistema, o salmão estava com aqueles nervinhos aparentes.. Sem falar que o atendimento demorou DEMAIS, esqueceram de trazer varios pedidos.. Para ter uma idéia da demora, chegamos as 21:00, só fomos sair de lá as 23:30…

    O ambiente também não é lá muito convidativo.. Uma iluminação branca que mais parece de cozinha..
    Haviam somente 2 SUSHIMAN preparando os pratos, e o restaurante estava lotado!!!

    Enfim, um fiasco.. Este, eu e meus amigos não voltamos tão cedo..

    Abcos

  8. Gostaria de esclarecer algumas coisas sobre o Sushic:

    – nós trabalhamos no sistema de comandas (o cliente faz o pedido e nós fazemos NA HORA o sushi), prezamos pela QUALIDADE do sushi. Ou seja, não somos um MacDonalds onde seu pedido está pronto em 5 minutos. Para mandar todo pedido dependendo da quantidade do pedido podemos levar em média de 30 min para COMPLETAR o pedido todo.

    – Se o cliente mergulhar o sushi no shoyu, o NOSSO sushi vai desmanchar pois NOSSO sushi é tradicional japonês. Todo e qualquer sushi BOM irá desmanchar ao entrar em contato com o shoyu, segue um link de boas maneiras e etiqueta do sushi (http://www.sushiblog.com.br/2013/04/16/etiqueta-do-sushi-nao-passe-vexame/).

    – Por trabalhar nesse sistema temos o lado bom que é QUALIDADE do sushi (feito na hora) mas o lado negativo que temos muitos pontos propícios ao erro. Vou exemplificar erros comuns: GARÇOM – esquece de verificar se o cliente colocou o numero da mesa correta ou leva o pedido na mesa errada ou então numa mesa grande com 7 pessoas ele deixa o prato longe do cliente que fez o pedido.

    2 – o sushiman esqueceu de colocar alguma peça ou falou ou não conseguir ler corretamente o numero da mesa

    3 – o cliente NÂO sabe o que pediu ou alguem da mesma mesa pega o sushi de quem fez o pedido.

    Multiplique isso ao numero de pessoas na mesa para obter a probabilidade do erro ocorrer. Percebemos que mesas grandes tem uma maior sucetibilidade ao erro, e estamos trabalhando para que isso não ocorra. Em mesas grande estamos enviando a comanda junto ao pedido para que o cliente veja que tudo que ele pediu realmente chegou ao cliente.

    Um pouco de paciência e compreensão de que as pessoas que trabalham também podem errar sim, são pessoas e pessoas erram!

    Facilmente resolvido quando o cliente compreende e refaz o pedido e comunica ao garçom que ouve um equivoco.

    Respeitamos a opinião do Eduardo e infelizmente não vamos conseguir agradar todos os clientes, mas garanto que vamos agradar os clientes que apreciam realmente a culinária japonesa. Que fique bem claro que culinária japonesa não se restringe somente ao sushi temos pratos quentes de altíssima qualidade no à la Carte.

    E uma dica: Venha ao Sushic de Segunda a Quarta pois com certeza vocês serão BEM ATENDIDOS.

    Estamos trabalhando para que tenhamos uma mesma qualidade de serviço o tempo todo!

    Abraço

    Equipe Sushic

    1. Olá!

      Eu não como sushi, não tenho critérios para entrar nessa discussão.
      Entretanto, não posso deixar passar despercebido seu comentário.
      Bacana seus levantamentos, porém, sua última dica poderia não ter sido colocada.
      Quer dizer que fora de segunda a quarta você não tem certeza que seus clientes não serão bem atendidos?
      Deixar que os outros comentem isso é uma coisa, mas você afirmar isso é outra completamente diferente – e errônea.
      Todo e qualquer estabelecimento deve trabalhar full time para dispor o melhor atendimento possível, e não em datas ou momentos específicos.

      É só uma dica! 🙂

  9. Concordo em todas as palavras Everton,

    Eu me expressei errado. E deixei bem claro nos comentarios que fazemos de tudo para que o atendimento seja perfeito.

    Mas queria dizer que para não esperar em filas como acontece na sexta e sábado. Ou entao, esperar 30 min para que todo pedido esta completo, pois em dias tranqüilos são feitos mais rápido menos de 10 min, como é feito de segunda a quarta.

    Entendeu?

    Sushic

  10. nao visitei ainda.
    adorei a crítica e levei em consideração as opinioes dos clientes
    mas vale comentar que o relações públicas do sushic ta devendo né
    incomum ler esse tipo de defesa

    “entendeu?”

  11. Olá Ricardo, só vi sua resposta agora! Sim somos o casal da mesa 16! Acho estranho que neste dia fomos o único casal com problemas, pois a própria garçonete que nos atendeu disse que estavam todos reclamando pela demora dos pedidos (uma péssima justificativa) talvez nós tenhamos sido os únicos a tomar uma atitude. Enfim, fomos convidado a voltar sim no restaurante, mas nos dias de semana (conforme o cartão que vc mesmo nos entregou) e como disse o Everton acima não acredito que seja uma boa maneira de afirmar que eu serei bem atendida. Agradeço o convite e gostaria muito de ter a experiência que o Daniel teve em seu estabelecimento, porém não me sinto confortável em voltar até que a casa tenha uma postura diferente no atendimento, pois a comida infelizmente não tenho como citar aqui. De qualquer forma obrigada pelo retorno.

  12. Sou cliente assíduo e recomendo, está entre os melhores da cidades. Se está lotado é sinal que é bom e com preço acessível, diferente dos preços exorbitantes cobrados na cidade, além do diferencial de sashimi livre, que hoje é um diferencial visto que todos os restaurantes japas da cidade estão limitando o sashimi. Gostaria de sashimi de polvo livre, infelizmente não tem. Mergulhar o sushi no shoyo “vc está fazendo isso errado amigão”

  13. O melhor Sushi do continente disparado!!!

    Tirando alguns casos como o da Daniella, que realmente não deve acontecer, você sabe que um restaurante lotado cai o atendimento drasticamente, é natural e o povo tem que ser mais paciênte. Entendo o que o “relação públicas” falou e é justamente o que eu procuro fazer – ir a restaurantes japoneses em dias de semana. Ainda mais nesse verão que a ilha tá cheia. Sushi é moda e não existe sushi bar no final de semana vazio, se tiver, desconfie.

    Sempre quando vou lá tenho experiências semelhantes à relatada neste post.

  14. Olá Daniel, conheci seu site através de uma amiga. Eu e meu marido gostamos muito de sushi e todos os lugares que visitamos sempre degustamos dos pratos locais e procuramos algum lugar com sushi. Moramos em Floripa mais precisamente em coqueiros e lí alguns comentários seus com relação a restaurantes de comida oriental, o que me espantou de fato foi ler sobre o Sushic como você enalteceu essa casa, fui algumas vezes e o atendimento nunca foi bom, reservas de mesas sem nexo pois você chega 20h e existe uma reserva para as 21h e ninguém pode utilizar aquela mesa, não entendo. No início a casa tinha um valor que eu considerava justo, após um período elevaram esse valor e ainda retiram alguns pratos do festival sem justificar para o cliente, como foi o caso do salmão grelhado que muitas vezes não tinha para ser servido e logo depois retiraram esse do festival, vários pratos esqueciam, não chegava mesmo. Teve um sábado que fomos lá com uns amigos e a casa estava tão cheia que o caixa estava revezando entre :atendimento e levando os pedidos e caixa, achei um verdadeiro absurdo aliás essa foi a última vez que estivemos lá pois meu marido naquela noite foi parar no hospital com intoxicação alimentar, comunicamos a vigilância sanitária, pois ele ficou muito mal, comunicamos o Sushic que não deu nem bola e até hoje não entrou em contato conosco, e isso já faz uns 8 meses. Fiquei bem preocupada pois temos um filho de 7 anos que nos acompanha e por sorte esse dia não foi. Bom não sei se por você ter um blog, o tratamento é diferenciado, ou se a casa está patrocinando esses comentários, mas acharia bem importante você publicar esse comentário para de fato se verificar a seriedade e o compromisso com quem o acompanha.Parabéns pelo Blog.

    1. Oi Elisa! Sobre o episódio que você relata, e os demais onde não foi bem atendida, não posso lhe responder. Posso só falar da minha experiência na casa, como falei no post. Mas uma coisa que tenho feito ultimamente é fugir dos festivais, o aproveitamento sempre é melhor quando peço a lá carte. Virou regra minha de dois meses pra cá. E sim, eles estão ficando caros porque a matemática é exata: inflação tá aí. Mas é só o que eu acho, o proprietário teria que vir aqui justificar também.

      Sobre termos algum tratamento diferenciado eu também não posso te garantir. Como digo na página “Sobre” do blog (http://comideria.com/sobre/) nós não nos identificamos como blogueiros quando vamos fazer um review. Se tenho algum tratamento diferenciado eu desconheço. E sobre patrocinar comentários isso também não existe. Como falo no mesmo link que citei acima toda ação de marketing que o blog participa é devidamente identificada como tal. Se não há sinalização sobre isso, então é porque não tem publicidade envolvida.

      Espero que nas próximas indicação do blog a sua experiência seja melhor! 🙂

  15. Acabei de voltar de lá.
    Péssima experiência, já na entrada o cheiro de peixe se fazia presente – estudando um pouco esse tipo de comida sabe-se que existem diversos cuidados desde o corte no peixe até limpeza dos utensílios para que o cheiro não fique pairando no ar. De chique e gourmet somente um minúsculo pedaço de foiegras. O arroz desmanchava no simples ato de segurar o niguiri com o hashi, molhar o peixe no shoyu nem pensar…O ‘carpaccio’ de polvo estava com um gosto suspeito. Após informar o garçom sobre o problema no arroz recebi a resposta do sushiman de que o arroz estava bom…Vou parar de narrar porque já cansei de enumerar. Não recomendo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *