Arquivo da tag: açúcar

KitchenLog – Crème Brûlée

Quem nunca assistiu O Fabuloso Destino de Amélie Poulain e não salivou litros logo no início quando aparece a cena da protagonista quebrando a casquinha de açúcar queimado de um Crème Brûlée?

kitchenlog-creme-bruleeO Crème Brûlée é uma sobremesa antiga, há registros na França em 1691 de sua receita, tal qual como é hoje. Muitas adaptações foram feitas mas a receita permanece incólume, tendo apenas as medidas e os processos de cocção alterados para uma cor ou textura diferentes.

httpv://youtu.be/B2mgKiLUKr8

E o terceiro episódio do KitchenLog traz esta sobremesa que é uma figurinha carimbada nos restaurantes e que jamais perde seu sabor, a sua graça.

Espero que gostem, curtam nosso vídeo e, se você quiser acompanhar-nos nas próximas receitas, assine o canal do Comideria no Youtube!

5 alimentos mais saudáveis pra curtir uma fossa

Não só a TPM, que causa um turbilhão de descompensações hormonais na mulher causando efeitos colaterais fortíssimos em seu organismo, mas também a tristeza de uma simples fossa é um grande indício de que o seu organismo está precisando de um pouco de serotonina. Serotonina é um neurotransmissor que cuida, dentre outras funções, o seu humor.

Quem nunca avançou num pote de sorvete quando teve um trauma emocional que atire a primeira pedra de açúcar.
Quem nunca avançou num pote de sorvete quando teve um trauma emocional que atire a primeira pedra de açúcar.

O açúcar tem a incrível capacidade de aumentar os níveis não só de serotonina, como também de dopamina, outro neurotransmissor. Então além do bom humor da primeira, temos prazer e motivação da segunda. E é por essas e outras que quando estamos tristes ou deprimidos nós recorremos a massas e doces. Os doces porque de forma mais rápida conseguimos aquilo que queremos, e as massas (como pão branco, macarrão etc) que no nosso organismo levam apenas alguns minutos pra virarem açúcares. A depressão, por exemplo, está fortemente ligada a deficiência de serotonina (5HT) e medicamentos pra alterações de humor como a fluxoetina agem diretamente nela.

Mas assim como a cocaína, LSD, cigarro e tantas outras drogas que utilizamos para obter prazer e compensar algumas faltas psicológicas, o açúcar também vicia. Com a vantagem que não de forma química, mas psicologicamente também vicia.

Você sente aquela vontade tremenda de comer doce após as refeições? Não passa um dia sem comer um bolinho, biscoito, chocolates depois do almoço? Você pode ser um viciado em açúcar. O problema do açúcar é que além de ele não ter valor nutricional nenhum – eu disse NENHUM, ele pode desencadear dentre outras mazelas a grande vilã diabetes e só quem a tem sabe do que precisamos fugir de fato.

Mas como conseguimos compensar os níveis de serotonina utilizando alimentos mais saudáveis?

1. Comece trocando o açúcar refinado pelo mascavo

O açúcar mascavo pode ser uma alternativa inicial, não pra se livrar do vício do açúcar, mas pra diminuir drasticamente o número de calorias e/ou começar a, pelo menos, ingerir mais nutrientes e aproveitá-lo melhor, caso você não consiga viver sem um adoçante. Isso porque apesar o número de calorias ser pouco menor que o refinado, o mascavo contém mais nutrientes como cálcio, magnésio, fósforo, potássio e vitaminas B1, B2 e B6.

2. Grão-de-bico

Estudos indicam que o Grão-de-bico, uma leguminosa, é equivalente ao chocolate no efeito da reposição de serotonina ao seu cérebro. Além de ser uma excelente fonte de vitaminas, proteínas e sais minerais.

3. Frutas secas

Essas possuem também uma quantidade grande de tripofano, o aminoácido que tem capacidade de ativar a produção de serotonina, e também são muito saudáveis agregando valores nutricionais no consumo. Além disso, são naturais e não têm conservantes no seu desenvolvimento.

4. Vinho tinto

Se você não abre mão de tomar uns tragos quando está passando por uma fossa, prefira o vinho tinto. Isso porque além de menos açúcar e os benefícios já conhecidos com vinho como ser a bebida de longevidade agindo como um retardador do envelhecimento celular, os benefícios ligados ao coração e os efeitos bactericida da bebida, ele também é rico no tal do tripofano.

5. Prefira as carnes brancas

Carnes brancas são mais ricas em tripofano que as vermelhas, além do fato de a segunda categoria possuir mais fibras dificultando no processo digestivo dessa substância.

Aí você está perguntando: “como um cara que se diz churrasqueiro, adora carne vermelha e não faz questão de levar uma vida saudável quer que eu mude os meus hábitos alimentares e curta minha fossa diferentemente do que ele faz?

Te respondo: “chê, te fecha! se tu levou um galho o problema não é meu, eu só estou tentando ajudar. Se tu não quer, clica ali no xis“.

IMPORTANTE: alimentação saudável não é medicação nem este post serve como diagnóstico de NADA. Se você está com alguma doença ou tem sintomas que estão atrapalhando o teu dia-a-dia, procure um médico especialista e resolva isso com ele.

Enchendo os olhos de comida

Comida não é só paladar. Isso é sabido. Mesmo um prato feito no Bar do Zé onde você não sabe onde termina o arroz e começa o macarrão e onde diabos se meteu o bife, tem a sua arte incutida – bem ou mal. O aspecto de um prato conta muito na boa vontade para a degustação, já causa as primeiras impressões e, como também sabemos, a pré-disposição altera a percepção.

Pink Sugar

Quem nunca sentiu salivar litros ao ver uma foto de um prato “delicioso”? Aliás, como você sabe que é um prato delicioso se apenas e tão-somente o viu? Claro que o mesmo acontece com o tato e o olfato, mas… né? um prato bonito é gostoso de se ver, com o perdão do trocadalho.

Isso aconteceu quando vi esse açúcar rosa e tantas outras delícias no Tumblr OMGSexyFood. Chega a ser meio erótico. Aliás, comida é erótica. Ver algo/alguém sensual deve apertar no cérebro o mesmo botão que ativa e aguça a gula. É pecado igual.

Pra comer bem tem que ser ateu.