Arquivo da tag: bataiaki

Receita de Kinoko

Sou um cliente assíduo do Nigiri Sushi Bar. Pra mim, a melhor casa de culinária japonesa a preço de certa forma compatível com o que se oferece instalada em Florianópolis. E no sistema do restaurante, o “All you can eat”, uma espécie de rodízio onde você pede peças de sushi, sashimi e pratos quentes e frios por comandas, sempre fresquinhos e bem preparados, existe a opção do “Kinoko”.

Kinoko
Kinoko

Consiste num pequeno refogado de cogumelos shimeji com brócolis na manteiga, shoyu e, desconfio, um pouco de saquê (só isso explicaria o vício adquirido no prato).

Com este nome achei poucas referências pra tentar pegar a receita ou algo parecido, até porque kinoko é um nome genérico. Do japonês ??? que quer dizer cogumelos. Vago, não?

Também achei algo parecido mas em forma de risoto, que seria o Kamameshi Kinoko. Mas enfim, postulemos que a partir de agora este prato se chame Kinoko e tão-somente cogumelos em japonês. Ou ???. Nota do autor: acho que vou tatuar isso nas minhas costas.

Ingredientes

  • 1 bandeja de cogumelos Shimeji (aprox. 400g)
  • 1 bandeja de brócolis já cozidos (aprox. 400g)
  • 200g de manteiga sem sal
  • 4 colheres de molho shoyu
  • 1 martelinho de saquê, caso queira dar um gostinho a mais.
  • Sal a gosto, se preciso (no final, pra corrigir)

Modo de preparo

  • Lave bem os cogumelos e escorra a água. Coloque a manteiga numa frigideira e derreta.
  • Em seguida, separe os tufos dos cogumelos shimeji  e os coloque para cozinhar na manteiga derretida.
  • Faça o mesmo procedimento com os brócolis. Deixe cozinhar por uns 5 minutos.
  • Depois disso, coloque o shoyu e deixe cozinhar mais uns 3 minutos.
  • Pra finalizar, coloque o saquê e deixe mais uns 2 minutos para evaporar bem o álcool e pegar gosto.
  • Corrija o sal na última etapa se necessário.
  • Pronto, agora você tem um Kinoko gigante!

Custo médio da receita: R$25