Arquivo da tag: brownie

Brewmille: um feliz café em São José

Antes de começar este post deixa eu pegar um pano úmido e tirar a poeira. Pronto! Quase sessenta dias sem escrever sobre comida fizeram com que meus posts aqui se tornassem velhos. Tudo me parece tão distante, tudo me é tão estranho. Os restaurantes que recém tinham aberto há quase dois meses já me soam como antigos, quando penso em visitá-los. O tempo é relativo, isto posto um pequeno período pode ser grande dependendo da intensidade que se é vivido, para bem e para mal. Mas tergiverso, como sempre, falando sobre o tempo, não é pra isso que estamos aqui, não é mesmo? Já dizia Amélie Poulain que “A ansiedade sobre a passagem do tempo nos faz falar sobre o tempo”.

brewmille-ambiente

Por falar na Amélie Poulain conheci um café digno de reverências e aplausos no bairro Areias, em São José. Ah, sim, um dos motivos da minha ausência no blog é que me mudei, estou ainda mais longe da região central de Florianópolis, mas pelo visto a vida tem me agraciado também com coisas boas, como o Brewmille aqui perto. Tocava a trilha de O Fabuloso Destino de Amélie Poulain quando entrei no lugar e até o final o som daqueles acordeons fizeram o fundo musical perfeito pra experiência que lá vivi. É um dos meus filmes favoritos.

brewmille-ambiente2

O simpático Brewmille tem um ambiente muito acolhedor. De fora parece apenas mais uma das lojas padrão da Rua São Pedro, a “principal” do bairro. Por dentro, um ambiente aconchegante, com as paredes escritas em giz e móveis muito bonitos, parecendo até manufaturados.

A Brewmille começou como um distribuidor de sobremesas para restaurantes e agora recebe os clientes para provar seus deliciosos doces, sanduíches e cafés.

brewmille-petit-gateau-laranja

Um dos produtos que me chamou atenção na divulgação deles nas redes sociais foi o Petit Gateau de laranja. Macio, saboroso, adocicado na medida e com um recheio delicioso por dentro. Quentinho, acompanha uma bola de sorvete, uma calda de chocolate belga e uma incrível praliné de pistache.

brewmille-cafe-french-press

Esta bela sobremesa (e minha visita foi em tom de sobremesa, por isso não provei os salgados) foi acompanhada de um café passado. Tenho ficado muito feliz com as cafeterias que estão incorporando o café passado nos seus cardápios, no caso da Brewmille até como exclusividade. Foi-se o tempo que café passado era sinal de café ralo e fraco e café espresso a fina flor do barismo. Tomei o House Blend, o sabor principal da casa, o começo de tudo. Passado à mesa numa prensa francesa (French Press). A prensa fica na mesa e você vai se servindo a quantidade que quiser tomar.

brewmille-agua

Um ponto interessante da casa é que é mais uma das que servem água sem custo. Isso mesmo, água não é cobrada. Assim que chega você já é recebido com uma garrafa com água filtrada gelada, sem precisar pagar por ela.

brewmille-cheesecake-brownie

Ainda experimentei o Cheesecake Brownie, uma cheesecake com o recheio tradicional mas com a massa feita com brownie de chocolate. Por cima, uma deliciosa calda de amoras.

Tudo o que comi e bebi estava perfeito. Pretendo voltar ainda pra experimentar os sanduíches, cujo pão também é feito por eles. Agora sim, podemos dizer que a região tem um café de verdade.

Espero que esteja tocando a trilha de Amélie Poulain quando vocês visitarem também. Pra você se lembrar de algo que considero muito importante no filme, a predileção de Amélie pelas coisas simples da vida. Um café quentinho, bem feito, um doce gostoso e um atendimento espetacular de todas as pessoas que trabalham lá, numa gentileza de dar inveja e inspirar, é algo simples mas que pode salvar alguém das ansiedades do tempo e da vida.

A conta fechou em menos de R$50 por dois cafés e duas sobremesas.

Obrigado, Brewmille. Vida longa. Nos vemos qualquer dia destes de novo.

Brewmille

  • Rua São Pedro, 694. Areias, São José/SC.
  • (48) 3375-4275
  • Estacionamento
  • WiFi
  • Aceita cartões

 

Fairyland Café & Cupcakeria, onde os ladinos se encontram

Ladino. Diz o dicionário daquele que tem astúcia. La.di.no, só os astutos sabem separá-lo silabicamente. É um adjetivo, já notaram os espertos. E os ladinos.

“Tu és ladino!“, dizia minha avó,  quando eu tinha alguma atitude de esperteza, tanto para elogios como admoestação. Que Deus a tenha! eu não acredito n’Ele, mas ela acreditava, e muito, e ela era ladina. Vim de uma família de ladinos.

fairyland-cupcakes-entrada

A Michele, que fez o convite e publicou o primeiro review na Internet sobre a Fairyland Café & Cupcakeria, é ladina. Os ladinos tem esse tino. Tino é substantivo mas dá qualidade, qualidade nativa dos adjetivos, a de quem tem juízo. “Tu tens medo mas não tens juízo!“, dizia meu avô, que sabia muito bem me fazer recobrar o tino. O vô era ladino mesmo com um olho de vidro, perdido pela explosão de uma granada, numa das poucas vezes no exército onde lhe faltou o tino.

Porque sou ladino e tenho o tino, mesmo depois de uma empreitada cansativa para comprar presentes de Natal em um Shopping Center às vésperas do aniversário do filho daquele em quem não acredito, resolvi aceitar o convite da nobre amiga. Nunca me arrependi das suas sugestões, a quem Deus nunca deixe faltar o tino. Amém.

fairyland-cupcakes-ambiente

Cheguei no endereço informado e agradeci a Deus. Não só pela aconchegante casa bonita por fora e muito bem decorada por dentro, com mesas convidativas e confortáveis, objetos bem espalhados nas paredes e nas velhas cristaleiras, do tempo do meu avô,  mas pela vista exuberante que o local apresenta. Nada menos que o mar de Santo Antônio de Lisboa, aquele que intercede a Deus pelos casamentos, que podem muito bem começar com uma xícara de café no Fairyland Café & Cupcakeria.

É lugar pra levar a namorada, o namorado, o ficante, a família, os colegas de trabalho. Quem tem tino sai de lá com uma companheira ladina pra esquentar as intempéries de agosto que Deus manda.

Pode não parecer ladino, mas eu comecei experimentando os doces. Achava que ia ficar só no cupcake. Não mostrei astúcia quando troquei três vezes o primeiro pedido, que eu achei que seria o único, pois não me decidia nos sabores dos bolinhos. Até pedi um não-bolinho. Vi de relancina a minha avó, com uma sandália Kenner na mão atrás do balcão de vidro, querendo me cobrar o tino de um jeito particular e convincente.

Red Velvet Cupcake
Red Velvet Cupcake

Aí chegou o Red Velvet Cupcake. Esse pequeno veludo vermelho e saboroso me fez conhecer o Deus da minha avó. Descobri que Deus é um cupcake avermelhado.

Brownie da Maria
Brownie da Maria

Depois veio o Brownie. Eles o chamam de Brownie da Maria. Tá tudo explicado. Os ladinos chamaram o Pai, a Mãe e o Santo. Tão sagrado como o nome que carrega, amor de mãe quando dissolve na boca e explode em sabores do mais puro e imaculado chocolate.

Coxinha diferente
Coxinha diferente

Em seguida comi uma coxinha. Já me dava por satisfeito mas a maldita lombriga que habita o meu ser pediu. A Jéssica tem o tino pro negócio, fez eu me interessar pela “coxinha diferente”. PUTA QUE PARIU! exclamei quando comi. Nem a cara feia da minha avó quando eu falava palavrão foi capaz de segurar a interjeição, qualidade de quem adjetiva uma boa comida com palavrão.

Empada de carne-seca
Empada de carne-seca

Veio também uma empada de carne-seca. Deixei até cair uns desfiados de charque pro Santo, sabe como é. Sou ladino. E o Santo é DO CARALHO! Meu vô piscou o olho de vidro nesse momento.

A casa foi inaugurada neste mesmo dia, contando com uma boa frequência de outros ladinos que ocupavam suas cadeiras, enquanto o Fernando, mentor e proprietário da Fairyland mostrava que tinha o tino pro negócio.

Tu és ladino, einhô? Então toma o tino e vai conhecer esse lugar.

E que Deus te abençõe, meu filho! coincidentemente a mesma última frase que os dois me disseram antes de ir com Deus, Maria e o Santo. Porque eles ensinaram a “pedir bênção”, e eu fazia de ladino.

Fairyland Café & Cupcakeria

  • Endereço: Caminho dos Açores, 1740. Santo Antônio de Lisboa, Florianópolis.
  • Telefone: (48) ) 9132-3432
  • Horário: de terça à domingo, das 13h às 20h.
  • Aceita cartões: sim
  • Estacionamento: sim