Arquivo da tag: fazenda

Café no Sítio Pedras Rollantes

Deus do céu, como é boa essa vida de food hunter!

cafe-no-sitio-pedras-rollantes-area-externa

A gente não ganha nada, só gasta — ou melhor, investe — mas em compensação as experiências gastronômicas que a gente vive…

A visita ao Café no Sítio Pedras Rollantes rendeu inclusive muito mais que simples comida. Entre verdes e deslumbrantes pastagens e um rio que costeia toda a propriedade, o sítio é lugar que todos deviam conhecer.

cafe-no-sitio-pedras-rollantes-pomares-clemenules

Antes de chegarmos às vistas de fato um passeio por toda a fazenda, sem o barulho dos carros e os ruídos da cidade grande, serve pra recarregar as baterias de uma vida corrida e descontrolada. Os animais dóceis criados soltos, o galinheiro e a colheita de ovos, os pomares de Clemenules (uma espécie de tangerina que é o forte da produção da fazenda) e as águas geladas do Rio Águas Frias são cenário pra um passeio incrível no fim de semana. E é somente aos sábados e domingos que eles abrem para atendimento.

cafe-no-sitio-pedras-rollantes-tarcisio-e-lu

Na quinta e na sexta Tarcísio e Lú, um casal muito hospitaleiro, acolhedor e inteligente, começam a preparar as delícias que serão servidas nos dias seguintes. E após o passeio no sítio são servidas por etapas.

cafe-no-sitio-pedras-rollantes-cha-clemenules

Primeiro vem o chá de clemenules, a prata da casa. Queijos e pães tostados com geléias e patês abrem os trabalhos.

cafe-no-sitio-pedras-rollantes-fogao-lenha

Depois o café, coado e servido na própria mesa, com água quente do fogão à lenha que pode ser visto logo na entrada deixando o ambiente interno do café com aquele cheiro característico. É transcendental.

cafe-no-sitio-pedras-rollantes-paes

Depois variados pães, geléias, pastas, doces…

Por fim a sobremesa mas não sem antes uma reabastecida de café na tarde que já se finda e requer uma bebida ainda mais quente pra fazer contraponto ao frio que começa a aumentar com o pôr-do-Sol.

A comida de lá pode até abastecer o corpo mas a saciedade da alma só a experiência completa. Passeio, café e um bate papo com o casal de proprietários que você sai querendo tomar por amigos de infância.

A experiência completa ainda pode ser vista neste vídeo do Becher a Bordo:

Café no Sítio Pedras Rollantes

Águas Frias, Alfredo Wanger / SC.

(48) 9189-9982

 

Plante pra mim: do campo na porta da sua casa

Gosto de boas idéias. Acho que quando alguém dá a cara a tapa pra fazer algo bacana e que ajude as pessoas de alguma forma nos tornando melhores por conta deste trabalho, independente se a iniciativa é altruísta ou tenha lucro envolvido, este alguém merece holofotes.

Vi dia destes a divulgação de um projeto que veio como uma possível solução para um problema que ultimamente me tem sido muito nítido: qualidade e preço dos alimentos, principalmente hortifrutigranjeiros. Se nos mercados a qualidade destes produtos é bastante duvidosa, não só pelo processo químico que eles sofrem para ficarem maiores, mais bonitos e mais baratos, nem tampouco pela quantidade de atravessadores que se envolvem neste processo deixando o produto ainda mais caro, também é complicado achar soluções mais viáveis e limpas nas redondezas pois não é todo bairro, até mesmo cidades, que recebem a graça de ter uma feirad de alimentos orgânicos por perto.

explicativo
Créditos: Plantepramim

Chega a ser ridículo você conseguir comprar mais barato uma maçã que vem da Argentina, ou uma hortaliça que vem do interior de São Paulo, se na Serra catarinense por exemplo se produz uma das melhores maçãs do país e aqui do ladinho, em Antônio Carlos ou Santo Amaro da Imperatriz se produz tomates, hortaliças e congêneres, também de grande qualidade.

E é aí que entra o Plantepramim. O Plantepramim foi concebido pela engenheira agrônoma Suzeli e o especialista em TI Rodrigo que uniram o útil ao sustentável e criaram algo que vou resumir grosseiramente em um “e-commerce de orgânicos”. Mas é muito mais que isso.

O Plantepramim se alia a produtores artesanais localizados em diversas regiões de Santa Catarina e faz a logística dos seus produtos. No site, ou na loja virtual, como prefiram, você sabe além do produto que está comprando, de qual produtor ele vem, inclusive se dois ou mais produtores tiverem o mesmo produto, poderá escolher pelo preço mais barato ou pela região da sua preferência (quando isso fizer alguma diferença).

Associação Ecológica Recanto da Natureza, em Santo Amaro da Imperatriz, um dos parceiros do Plantepramim
Associação Ecológica Recanto da Natureza, em Santo Amaro da Imperatriz, um dos parceiros do Plantepramim. Créditos: instagram da empresa

Eles recolhem estes produtos diretamente no produtor e fazem a entrega num dia determinado. Ele funciona, por enquanto, para moradores de Florianópolis, São José e Palhoça.

Querendo ver como funcionava, na última quarta-feira, dia 2 de julho, fiz uma pequena compra no Plantepramim. Ao acessar o site já saberia que a compra que ora começava seria entregue no dia 5 de julho, sábado. O horário vai das 8h até as 18h. Foi a única coisa que pesou pra mim, ter que aguardar o sábado inteiro em casa pra receber as compras.

No dia 4, um dia antes da previsão da entrega, recebo um e-mail não só confirmando a minha compra como também precisando o horário, que seria entre 9 e 9h30. Agora a coisa ficou mais fácil, não perderia mais o meu sábado e ainda teria os meus alimentos pra consumir durante a semana.

plantepramim-produtos

E foi o que aconteceu. Recebi, exatamente entre 9 e 9h30, como informaram, os meus orgânicos. Comprei folhas pra salada como alface americana, rúcula; comprei salsinha e alho-poró no setor de ervas e temperos; ovos caipiras pra testar os granjeiros; e 1kg de bergamotas pra aproveitar esta instituição sulista de inverno.

As compras chegam em caixas de plásticos, que voltam com o entregador. Você deverá levar sacolas. Caso prefira, pode ainda deixar sua sacola retornável com eles e na próxima vez eles já trazem junto.

Já experimentei todos os produtos que recebi, e todos eles aprovados com louvor. São folhas, temperos, ovos e frutas frescas, com sabor inigualável e nada parecido com o que você compra no seu supermercado favorito, seja ele qual for.

Feito o registro, fica o convite e a sugestão. Orgânicos sem sair do conforto da sua casa. É bom viver no futuro de forma saudável.

Pra entrar em contato você pode usar o site, a página do Facebook ou o perfil do Twitter.

O campo invade o shopping com o Divino Fogão

O filósofo Mário Sérgio Cortella, conhecido na Internet por ter suas palestras publicadas no Youtube, nos atenta para um fenômeno interessante que já é comum na sociedade e passa despercebido, mas se analisado friamente nos toca pelo absurdo. A nossa maior loucura, diz ele, é que “no início do século XXI a família saia junto aos domingos para comer comida caseira”. Não basta nos alimentarmos em restaurantes onde a comida é servida em sacos e comermos com as mãos, reunimos os familiares para irmos comer comida caseira fora de casa — e não falo de filar uma bóia na casa dos vizinhos.

Divino Fogão
Divino Fogão

Loucuras e reflexões éticas a parte, hoje me peguei fazendo isso. Fui até um shopping center, numa praça de alimentação, e entrei num restaurante que servia comida… de fazenda! Isso mesmo, o Divino Fogão serve comida campeira bem no estilo caipira.

A comida do restaurante é muito boa. É servida em um buffet mas nem por isso perde a beleza e o sabor de um alimento bem preparado. A começar pela parte de saladas que não são simplesmentes hortaliças e legumes cortados de qualquer forma, mas muito bem apresentados e preparados.

Frango à Ouro Preto, frango com quiabo e salpicão de frango
Frango à Ouro Preto, frango com quiabo e salpicão de frango

Nos pratos quentes, risotos caiçaras com frutos do mar, carne de porco, carne de panela, frango com quiabo, etc. Um buffet cheio de delícias doces ornam a sobremesa, tendo como carro-chefe um delicioso pudim de leite bem no estilo caseiro.

Ambiente decorado como a casa da vovó
Ambiente decorado como a casa da vovó

O ambiente também lembra a fazenda. Desde os quadros com motivos de campo até as mesas, decoradas como a mesa da sua avó com direito a flores e toalha bastante típica. Apesar de estar inserido numa praça de alimentação, tem ambiente próprio dentro da loja e isolado dando um fator aconchegante, diferente das praças comuns.

Divino Fogão, buffet
Divino Fogão, buffet

O buffet é cobrado por quilo, algo em torno de R$32. O prato que você viu acima custou, com um refrigerante, R$24.

Se você é desses que tem vontade de comer comida brasileira e não tem acesso, vale a visita!

Divino Fogão

  • Endereço: Av. Assis Brasil, 2166. Bourbon Shopping Wallig. Passo d’Areia, Porto Alegre.
  • Telefone: (51) 3094-6699
  • Horário: de segunda à sexta, das 10h às 22h. Domingos das 14h às 20h.
  • Aceita cartões: sim
  • Estacionamento: sim