Arquivo da tag: sanduíche

Café du Centre: um café pra passar o tempo no centro

Gosto de cafés.

Não só da bebida, resultado da infusão da ãgua quente com a torra e moagem do grão. Gosto dos locais que chamamos de cafés.

Alguns são artificiais demais, criam um ambiente temático e entopem de gente até transbordar, dão movimento e são palcos de encontro de amigos, casais, famílias…

Mas alguns têm alma de verdade. Alguns buscam a essência de um lugar, a razão de ser e existir, alguns são verdadeiramente cafés. Mais cafés que os outros cafés.

Um destes lugares é o Café du Centre de Florianópolis que passou de um ilustre desconhecido pra um anônimo preferido em apenas uma visita. Sei, devia ser prudente e ir lá mais uma vez garantir que, assim como nas vezes onde tudo vai mal, existem os dias extraordinários por exceção, mas quem se importa em correr o risco de passar um pouco de vergonha de vez em quando?

Se essa minha indicação foi uma furada pra você, que pena. Talvez não tenhas visto o Café du Centre com os mesmos olhos de encantamento que eu vi.

O lugar é agradável. O tempo passa lá dentro com uma demora nem um pouco constrangedora. Não é que o atendimento demore, veja bem, tudo funcionou perfeitamente quando eu fui. O café chegou, a comida veio, até a água matou a sede quando tinha que acontecer. Mas parece que ao adentrar àquela porta o seu relógio também senta pra uma xícara de um bom espresso.

Aliás, que espresso! Eu costumo resmungar quando vejo que um lugar só oferece o café expresso, não coloca nenhuma outra opção, mas quem se importa quando ele é muito bem feito? Quando vem na temperatura certa? Sem gosto de queimado? Perfeito?

O Café du Centre tem um caminhão de tipos de café pra te agradar. Do espresso puro e simples, um macchiato, latte, até os rocambolescos com doçuras e cremes. Du Centre também tem aquelas taças enormes e bonitas que vertem açúcar e guloseimas. E também tem umas comidinhas gostosas.

Comi uma Quiche Lorraaine. Pombas, eu queria sair do lugar comum, mas tô num lugar onde o francês é a língua nativa, tudo lembra Paris e chego a ver o Beiramar Shopping de uma das janelas como se visse a Torre Eiffel, vou pedir o quê? Salmão defumado com Cottage? Dá um tempo, perdoe-me a obviedade.

E tava delicioso. Não é um simples Quiche Lorraaine, é A QUICHE LORRAINE. Vamos respeitar os veteranos de 45.

Também experimentei este sanduíche feito com presunto de parma de brie. Tostadinho, presunto saboroso, bem recheado. Outro ótimo acompanhamento pra um café, mesmo que tenha sido tomado com um pouco de leite.

O Café du Centre já tem um lugar cativo nos meus preferidos. Embora seja uma franquia, tem personalidade. Tem vontade própria e fala por si. Vale a visita e vale perder-se no tempo lá dentro, com um café e uma boa conversa.

Café du Centre Floripa

  • Travessa Stodieck, 34. Centro, Florianópolis.
  • (48) 3364-1030
  • Aceita cartões

MARKT 705: um all in one na capital gaúcha

Era uma viagem de bate-e-volta, nenhum roteiro especial envolvendo restaurantes como já é de costume da redação deste blog. Tempo apertado, compromissos com hora marcada e agenda cheia. No máximo uma passada rápida no Food Park do Shopping Iguatemi onde os nossos amigos do Destemperados estavam servindo um delicioso Tortei (aliás, dá tempo, vai até dia 21/6!).

markt705-entrada

Mas tão certo quanto precisamos comer é que nas horas mais inesperadas nos topamos com lugares interessantíssimos e que, mesmo na ausência da câmera que não foi na bagagem — desculpem-me pelas fotos de celular, teremos vontade de compartilhar por aqui.

Literalmente colado ao hotel em que estava hospedado, conheci o MARKT705. Não dá pra definí-lo como bistrô, café, empório gourmet, mercadinho ou padaria. Se é pra definí-lo, uso uma expressão que estou acostumado na T.I.: all in one. O MARKT 705 é tudo em um.

markt705-ambiente

Lá você pode entrar pra comer algum molho, tempero, massa ou qualquer coisa industrializada para fazer um jantar; pode apenas sentar com um amigo pra tomar um café; pode aproveitar o frio e tomar uma sopinha; se quiser uma cerveja especial/artesanal gelada pra levar ou pra consumir ali mesmo, tem; e pode até comer um baita hambúrguer.

markt705-hamburguer

E foi o que comi: um burgão.

markt705-cardápio

Por R$23,90 chegou à minha mesa o MARKT, um hambúrguer de carne bovina com queijo gorgonzola, fatias crocantes de pêra e rúcula. Pode parecer uma combinação estranha mas já adianto: muito saborosa.

A carne veio no ponto, ponto positivo pro lugar! Se o Rio Grande do Sul é o lugar pra se comer uma boa carne, o cozinheiro do MARKT 705 sabe bem prepará-la. O pão veio levemente tostado e o restante do recheio combinou bem no conjunto da obra.

Ele é servido em uma tábua de madeira, é bonito (mais uma vez, perdoem as fotos do celular, a Motorola não sabe fazer câmera) e num bom tamanho pra uma fome normal.

Além disso, é acompanhado de batatas rústicas muito saborosas, temperadas e com um pouco de páprica picante que dá um toque bem interessante nelas. Maionese, é claro, pra dar aquela besuntada no lanche.

markt705-cervejas

Como estava dirigindo não pude experimentar, nem pela experiência, uma cerveja ou vinho da casa, mas conhecendo as marcas que oferecem posso concluir que a seleção é excelente!

markt705-padaria

No meio da noite ainda bateu uma fominha e desci pra buscar mais algumas guloseimas #gordosofre.

Tenho poucas queixas quanto a atendimento em Porto Alegre, costumo ser muito bem recebido por lá e no MARKT não foi diferente. Garçons muito cordiais, atenciosos e pedidos sem qualquer tipo de erro.

Fica a dica pra quem estiver de passagem ou hospedado na região, a Coronel Bordini tem um baita lugar pra tudo em um!

MARKT 705

  • Coronel Bordini, 705. Auxiliadora, Porto Alegre.
  • (51) 3352-3173
  • Aceita cartões
  • Wifi

BB King Blues & Bauru: conhecendo comida de verdade

Na última vez que saí de casa pra comer, também com intuito de gerar material pro blog, prometi dar uma basta nessa palhaçada que tá virada a gastronomia nessa cidade. Sentei em três restaurantes diferentes até achar algo que prestasse, não tivesse um nome afrescalhado e não custasse o equivalente a uma experiência no metrício.

A gota d’água foi quando abri um cardápio e olhei um risoto por 85 reais. Levantei-me com parcimônia e saí sem sequer agradecer quem atendeu. Deu, né, chefinhos? Tá ficando ridículo pra cara de vocês. A comida tá cara mas arroz continua custando menos de 10 reais um saco com 5kg. Se a trufa tá cara vá pro diabo que te carregue com ingrediente da pátria que não te pariu.

Por isso demorei em postar novamente, foi mais de mês em branco por conta disso. Aproveitando o pleito que se avizinha, faço uma promessa de campanha: só divulgo agora comida de verdade. Pode ter ingrediente afrescalhado, mas vai ter que forrar o buchinho e não esvaziar a guaiaca.

bb-king-blues-bauru-entrada

Até que ontem encontrei comida de verdade. Até certo ponto ogra, confesso, comida pra leão, mas honesta e muito boa. Conheci na Trindade o BB King Blues & Bauru. Bauru é tipo xis, instituição gaúcha. E o bar que homenageia grandes ídolos da música em seus pratos tem na gastronomia portoalegrense suas raízes.

O cardápio é enxuto como todo com menu deve ser, fácil de escolher e entender. Tem bauru no prato (filé mignon ou frango grelhado com molhos e outros ingredientes) mais batata, arroz e salada de acompanhamentos. Tem também o baurú no pão, o mais famoso. Alguns aperitivos pra quem quer só sentar, ouvir boa música, tomar uma cerveja e petiscar um ovo de codorna ou uma tábua de frios, embora o cheiro que emana da cozinha convida sempre pra um bom filé.

bb-king-blues-bauru-refri-cerva

Aliás, os gaúchos desgarrados, boa parte da população da Ilha, podem não só rememorar sua comida como também a casa oferece cerveja Polar e Fruki, outras duas instituições gaúchas, assim como o Gengibirra está pra Curitiba e a Pureza pra Santa Catarina. #fikdik

bb-king-blues-bauru-cervejas

Além disso uma geladeira forrada com vários rótulos de cervejas especiais, pra quem vai nessa vibe.

bb-king-blues-bauru-no-pao

Meus amigos velhos de guerra foram de baurú no prato. Foram no My Lucille com ovo frito. Pão de trigo, filé mignon grelhado, queijo, presunto, alface e tomate. Refeição balanceada que os nutricionistas insistem em não incentivar, afinal tem salada, proteína, carboidrato e uma meia pataca de gordura.

bb-king-blues-bauru-salada

Eu fui nos “baurus no prato”. Esses têm a opção inteira, que serve quatro pessoas, 1/2 porção para duas e a individual que corresponde a 1/4 do tamanho original. Este quarto de prato já é suficiente pra alimentar um leão faminto em época de estio, pois além da carne preparada com os ingredientes correspondente a cada opção, vêm à mesa uma porção de arroz, batatas fritas e uma saladinha verde pra começar.

Já não é novidade para os mais assíduos deste espaço que ando numa fase de comer salada, então prostrei-me à mesa e dei-me à pastar na salada.

bb-king-blues-bauru-arroz-batata

Arroz e batata também perfeitos.

bb-king-blues-bauru-bife-file-mignon

Mas foi na carne que o bicho pegou. Eu escolhi o John Mayal, que era filé mignon à milanesa, queijo, presunto, molho de tomate e molho verde. Era quase uma parmeggiana feita de forma exemplar e muito respeitosa. Saboroso e muito buchisticamente correto.

Paguei 30 pila no meu, com água, porque respeitar a dieta é preciso. Que a minha nutricionista não leia. Que os chefinhos leiam todos e parem de frescura.

BB King Blues & Bauru

  • Rua Lauro Linhares, 1065. Trindade. Florianópolis.
  • (48) 3209-0100
  • Aceita cartões
  • Estacionamento

Cine Burger, um lanche com as bênçãos do Padrinho

E aí, como foi o Natal de vocês? Tudo tranquilinho? Que bom.

Então, no último domingo enquanto a cidade fervia de gente chegando e saindo para a festa cristã mais aguardada do ano, eu tentava me esquivar do stress que é morar na Ilha de Santa Catarina no verão, e com feriadão ainda por cima. Nem queria visitar o supermercado, lotado de nativos e turistas comprando ingredientes para a ceia, nem queria ir nos picos mais badalados pra evitar longas filas de gente ávida por comida.

cine-burger-entrada

Decidi fazer uma visita ao pacato bairro Santa Mônica, vizinho aqui da Trindade, para conhecer o Cine Burger. Há algum tempo atrás, quando abriu, oferecia o delivery como única alternativa. Continua oferecendo, na verdade, mas agora no charmoso Centro Executivo Aldo Kuerten tem uma lojfa física com mesas ao ar livre pra você degustar o melhor do hamburguer florianopolitano.

cine-burger-cardapio

A lanchonete tem a temática do cinema, e cada hamburguer é batizado com o nome de um filme conhecido, onde eles de alguma forma se cruzam seja pelo estilo ou ingredientes do lanche. O Fuga das Galinhas, por exemplo, tem a carne de frango com uma sobrecoxa (desossada, claro) sendo o sabor principal do lanche. Sob o Sol da Toscana traz o estilo italiano e o molho é nada menos que o tradicional pesto.

cine-burger-hamburguer-poderoso-chefao

Escolhi O Poderoso Chefão pelo filme, acredite. Não fiquei matutando nos ingredientes de cada lanche, preferi confiar em Don Vito Corleone antes que ele me tirasse pra Bonasera ou me fizesse uma proposta irrecusável.

O sanduíche é composto por um hambúrguer de contra-filé pesando aproximadamente 120g, coberto com uma fatia de queijo mussarela derretido, presunto crú, rúcula e molho de maionese especial da casa, tudo isso dentro de um delicioso e crocante pão. A carne é excepcionalmente temperada e o sabor do lanche é incrível. Nem seco nem molhado em excesso, bem dosado e todos os ingredientes são bem selecionados. Nota 10.

Para acompanhar esta delícia eu escolhi as Onion Rings. Anéis de cebola empanados e fritos, bem sequinhos e crocantes, e muito saborosos, tal qual o lanche.

cine-burger-onion-rings-chilli-wings

Não queria perder a oportunidade e experimentei também as Chilli Wings. Coxinhas da asa de frango fritas, com uma casquinha crocante que só experimentando pra saber quão boa é. Lembre-se que ela é levemente apimentada, tem um sabor marcante e um início picante. Vale a pena experimentar.

O atendimento da casa é bom. Todos os pedidos vieram sempre corretamente, a mesa era limpa com frequência e me senti bastante à vontade.

O preço? Honesto. O lanche custou R$19, as Onion Rings módicos R$5 e as 6 Chilli Wings pela bagatela de R$9,90.

Vale a visita!

Cine Burger

  • Endereço: Av. Madre Benvenuta, 1168. Santa Mônica, Florianópolis.
  • Telefone: (48) 3028-6331
  • Horário: de terça a domingo, das 18h às 0h.
  • Aceita cartões: sim